A empatia exerce um papel muito importante na construção do relacionamento entre os profissionais de saúde e pacientes. Estudos anteriores mostraram que uma maior empatia com o médico estava associada com uma maior satisfação do paciente, melhores resultados clínicos e menos ações judiciais. No entanto, esses estudos não foram obtidos em atendimentos de emergência, um ambiente onde médico e paciente experimentarem mais estresse.

Portanto, pesquisadores exploraram a associação entre a empatia autorreferida pelos médicos de emergência e a satisfação imediata do paciente após o tratamento. Além disso, os investigadores procuraram avaliar a heterogeneidade dessa relação com o nível de experiência profissional.

Para o estudo, que foi publicado no periódico científico PLoS One, 41 médicos (23 residentes e 18 sêniores) interagiram com 1.308 pacientes em 1.572 consultas. Os pesquisadores utilizaram a Escala Jefferson de Empatia Médica (JSE), onde a pontuação mínima é de 20 e a máxima 140, para avaliar a empatia do médico. Os investigadores também realizaram uma pesquisa instantânea de satisfação com os pacientes após o tratamento e antes da saída da emergência, aplicando um questionário especificamente relacionado à sua satisfação. Para isso, os pacientes classificaram sua satisfação com os médicos usando uma entre cinco categorias diferentes: “muito insatisfeito”; "insatisfeito"; "nem satisfeito nem insatisfeito"; “satisfeito”; e "muito satisfeito". A relação entre a empatia do médico e a satisfação do paciente também foram estimadas.

Os médicos residentes (MR) tiveram os menores escores na escala JSE, com uma média de 111 pontos. Os médicos sêniores (MS) tiveram as maiores pontuações, alcançando uma média de 119,5. Da mesma forma, os MR tiveram a menor porcentagem de respostas "muito satisfeito" (65%), enquanto que os MS tiveram a maior porcentagem de respostas "muito satisfeito" (69%). Os pesquisadores também encontraram uma associação positiva modesta entre a escala JSE e a satisfação dos pacientes.
Os pesquisadores concluíram que o estudo fornece evidências de uma associação positiva entre a empatia autorreferida pelos médicos de emergência e a satisfação instantânea dos pacientes com o médico após o tratamento. Em geral, o estudo mostrou que os maiores escores de empatia foram associados com uma maior satisfação do paciente.

Acesso em 14 Ago 2019. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6136813/pdf/pone.0204113.pdf

O estudo fornece evidências de uma associação positiva entre a empatia autorreferida pelos médicos de emergência e a satisfação instantânea dos pacientes com o médico após o tratamento.

REFERÊNCIAS

  1. Wang H, Kline JA, Jackson BE, Laureano-Phillips J, Robinson RD, Cowden CD, et al.

    Association between emergency physician self-reported empathy and patient satisfaction.

    PLoS One. 2018 Sep 13;13(9):e0204113.