Infecção neonatal pelo vírus herpes simplex entre crianças inscritas no Medicaid: 2009–2015

O objetivo deste estudo, publicado no Pediatrics, foi investigar a incidência, mortalidade e uso de cuidados de saúde relacionados à infecção neonatal pelo vírus herpes simplex (HSV).

Trata-se de um estudo retrospectivo e de coorte longitudinal que utilizou informações de um banco de dados de registros do Medicaid de várias localidades. Foram identificados os recém-nascidos hospitalizados com infecção por HSV de 2009 a 2015 e seguimento de 6 meses após a alta. Os casos foram identificados por meios dos códigos de diagnóstico de alta. As taxas de incidência, por sua vez, foram corrigidas pela sensibilidade e especificidade imperfeitas dos respectivos códigos de diagnóstico para identificar a infecção por HSV.

De 2.107.124 nascimentos entre os anos de 2009 e 2015, cerca de 900 recém-nascidos foram identificados com infecção por HSV e taxa de incidência corrigida foi de 4,5 (intervalo de confiança de 95% [IC]: 4,2-4,8) por 10.000 nascimentos. Os resultados mostraram um aumento da incidência anual da doença em 56%, passando de 3,4 (IC 95%: 2,8-4,2) por 10.000 nascimentos (ou 1 em 2.941 nascimentos) em 2009 para 5,3 (IC 95%: 4,6-6,1) por 10,000 nascimentos (ou 1 em 1.886 nascimentos) em 2015 (P <0,001). Dos 900 recém-nascidos com infecção por HSV, 54 (6,0% [IC 95%: 4,4% -7,6%]) morreram durante a internação. Não houve aumento na taxa de mortalidade anual. Dos 692 (81,2%) recém-nascidos com dados de acompanhamento, 316 (45,7%) tiveram o atendimento realizado no pronto-socorro e 112 (16,2%) tiveram uma readmissão hospitalar. O total de custos em 6 meses foi de US$ 60.638.431, uma média de US$ 87.502 por caso de infecção por HSV neonatal.
Os pesquisadores concluíram que houve aumento na incidência de infecção por HSV neonatal ao longo de um período recente de 7 anos em uma população de usuários do Medicaid. Os autores destacam que a associação uso-custos de cuidados de saúde foi substancial e sugerem que são necessárias intervenções de saúde pública visando prevenção e diagnóstico precoce do HSV.

Acesso em 15 Mai 2019.
Disponível em: https://pediatrics.aappublications.org/content/143/4/e20183233.abstract

Houve aumento na incidência de infecção por HSV neonatal ao longo de um período recente de 7 anos em uma população de usuários do Medicaid.

REFERÊNCIAS

  1. Mahant S, Hall M, Schondelmeyer AC, Berry JG, et al.

    Neonatal Herpes Simplex Virus Infection Among Medicaid-Enrolled Children: 2009-2015.

    Pediatrics. 2019 Apr;143(4).