Os oligoelementos são importantes micronutrientes fundamentais para a saúde e o desenvolvimento. A falta desses elementos específicos pode levar a uma variedade de resultados negativos à saúde. Apesar dessas evidências, o status e a função dos micronutrientes durante a gravidez ainda são relativamente desconhecidos e, portanto, são necessárias mais informações para garantir que as gestantes recebam as quantidades ideais desses elementos para um desenvolvimento fetal adequado.

Nesse sentido, pesquisadores realizaram uma revisão para fornecer um resumo abrangente do status dos micronutrientes durante a gravidez e suas associações com os distúrbios gestacionais. Além disso, os autores da revisão, que foi publicada no periódico científico Nutrients, também comentaram sobre o uso potencial da análise metabolômica elementar como técnica de caracterização e predição de doenças.

As complicações gestacionais que podem ser ocasionadas pelas alterações dos oligoelementos, como DMG, EP, RCIU e parto prematuro, podem ter consequências para a saúde da mãe e da criança ao longo da vida. No entanto, foram realizados poucos estudos para determinar os perfis metabólicos elementares durante a gestação e como isso pode ser influenciado pela nutrição materna. Uma vez que sejam estabelecidos, esses perfis metabolômicos poderiam caracterizar melhor várias condições e patologias biológicas, fornecendo novas opções de tratamento. Atualmente poucos micronutrientes tiveram seus efeitos nos resultados da gravidez avaliados, embora muitos micronutrientes adicionais sejam provavelmente essenciais para o desenvolvimento humano.
Os autores da revisão concluíram que, o desenvolvimento da tecnologia de análise metabolômica elementar para gerar um perfil de micronutrientes como um biomarcador preditivo de complicações da gravidez, poderia fornecer informações vitais sobre as relações entre os micronutrientes específicos e essas complicações. Muitas proteínas essenciais ao organismo requerem micronutrientes específicos para funcionar, portanto, a triagem para identificar alterações nos micronutrientes poderia destacar as proteínas associadas que influenciam na fisiopatologia dessas complicações. Segundo os pesquisadores, isso poderia abrir o caminho para intervenções simples e terapias que poderiam proporcionar benefício para as mães e seus bebês.

Acesso em 31 Jul 2019.
Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6356574/pdf/nutrients-11-00073.pdf

REFERÊNCIAS

  1. McKeating DR, Fisher JJ, Perkins AV.

    Elemental Metabolomics and Pregnancy Outcomes.

    Nutrients. 2019 Jan 2;11(1).