Pesquisadores investigaram a potencial utilidade do questionário STarT Back Screening Tool para fornecer informações prognósticas de resultados a longo prazo em pacientes com lombalgia aguda que se apresentam no pronto-socorro.

A lombalgia é um problema de saúde comum e desafiador que afeta até 84% dos adultos e está entre as 10 principais causas de anos vividos com incapacidade. A maioria dos pacientes se recupera dentro de algumas semanas ou meses, enquanto que entre 3% e 25% desenvolvem sintomas crônicos, representando custos médicos e socioeconômicos significativos.

Nesse cenário, a identificação precoce de pacientes com alto risco de mau prognóstico seria clínica e economicamente vantajoso, levando a intervenções rápidas e apropriadas para reduzir a cronicidade. Alguns estudos identificaram fatores associados à cronicidade e incapacidade futura, como história, fatores psicossociais, dor, deficiência física, limitação de atividade, restrição, fatores clínicos e resposta terapêutica. No entanto, ainda existe uma falta de consenso sobre os fatores prognósticos e implicações nos resultados da lombalgia.

O questionário STarT Back Screening Tool (SBT) é um questionário de autorrelato validado para estratificação de pacientes com lombalgia, que visa orientar intervenções custo-efetivas em ambientes de atenção primária. Desta forma, pesquisadores investigaram a potencial utilidade do SBT para fornecer informações prognósticas de resultados a longo prazo em pacientes com lombalgia aguda que se apresentam no pronto-socorro (PS). Para o estudo, que foi publicado no periódico científico Medicine, foram coletados dados de 177 pacientes que consultaram médicos de emergência por apresentarem lombalgia aguda e completaram 6 meses de acompanhamento. Os pacientes receberam o SBT e passaram por uma avaliação no início do estudo, às 6 semanas e aos 6 meses. Os investigadores desenvolveram um modelo de regressão linear múltipla incorporando a pontuação total no SBT, idade, situação de emprego, história de lombalgia e intensidade de dor às 6 semanas para prever a dor e aos 6 meses.

Os resultados mostraram que a pontuação total no SBT e a intensidade da dor às 6 semanas foram significativamente associadas à intensidade da dor aos 6 meses.

A pontuação total no questionário STarT Back Screening Tool, conjuntamente com os dados demográficos dos pacientes e da intensidade da dor a curto prazo, mostrou um valor predicativo na determinação da dor em longo prazo para pacientes com lombalgia aguda que se apresentam no pronto-socorro.

Os autores do estudo concluíram que a pontuação total no SBT, conjuntamente com os dados demográficos dos pacientes e da intensidade da dor a curto prazo, mostrou um valor preditivo na determinação da dor em longo prazo para pacientes com lombalgia aguda que se apresentam no PS. Estes achados, na opinião dos autores, sugerem que o SBT tem potencial para fornecer informações prognósticas para pacientes com lombalgia nos cuidados de emergência e fornecer aos médicos os fatores físicos e psicossociais que podem facilitar a tomada de decisões para seu manejo.

Acesso em 06 Set 2019. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6039631/pdf/medi-97-e11247.pdf

REFERÊNCIAS

  1. Tan CIC, Liaw JSC, Jiang B, Pothiawala SE, Li H, Leong MKF.

    Predicting outcomes of acute low back pain patients in emergency department: A prospective observational cohort study.

    Medicine (Baltimore). 2018 Jun;97(26):e11247.