Dupilumabe é um anticorpo monoclonal que inibe a sinalização da interleucina 4 (IL-4) e da interleucina 13 (IL-13), as principais citocinas envolvidas na dermatite atópica (D.A.)1

Desenho do estudo1

Estudo com 1 ano de duração, randomizado, controlado com placebo,duplo-cego, multicêntrico com grupos paralelos. (Figura 1)

figura1

Permitiu-se que os investigadores reduzissem, interrompessem ou reiniciassem o corticosteroide tópico (CT) conforme a necessidade.

Objetivo do estudo1

Avaliar a eficácia e a segurança em longo prazo de dupilumabe 300 mg associado a tratamento tópico com corticosteroides 1 vez por semana ou a cada 2 semanas em pacientes adultos versus placebo.

Desfechos2

Desfechos coprimários

•     % de pacientes que atingiram IGA de 0 ou 1 (pele limpa ou quase limpa) e redução ≥2 pontos na semana 16 e na semana 52 em relação ao valor basal

•     % de pacientes que atingiram EASI-75 (≥75% de melhora em relação ao valor basal) na semana 16 e na semana 52

Desfechos secundários

•     % de pacientes que atingiram melhora ≥4 pontos no escore NRS de pico de prurido ao longo do tempo

•     Alteração média em relação aos valores basais nos seguintes escores:

 •   NRS de pico de prurido (%) nas semanas 2 e 16

 •   DLQI

 •   SCORAD (%)

 •   EASI-50 e EASI-90 (%)

 •   GISS (%)

 •   POEM

 •   HADS

 

DLQI, Dermatology Life Quality Index; EASI, Eczema Area and Severity Index score; GISS, Global Individual Signs Score; HADS, Hospital Anxiety and Depression Scale;
IGA, Investigator’s Global Assessment; NRS, Numerical Rating Scale; POEM, Patient Oriented Eczema Measure; SCORAD, Scoring Atopic Dermatitis.

O estudo demonstrou que mais pacientes atingiram melhora ≥75% na extensão e na gravidade das lesões com dupilumabe + corticosteroide tópico (CT) nas semanas 16 e 52 (p<0,0001)1 em relação ao grupo placebo.

 

Eficácia1

•           Desfecho coprimário: avaliação global pelo investigador (IGA) de 0/1 e melhora ≥2 pontos na semana 16 e na semana 52 em relação aos valores iniciais.1 (Figura 2) Todos os pacientes precisavam ter escore IGA de 3 ou 4 ao entrar no estudo.

figura2

Proporção de pacientes que conseguiram alcançar o escore IGA de 0/1 e redução ≥2 pontos em relação aos valores basais na semana 16:

•    placebo QW + CT: 12% (39/315)

•    dupilumabe 300 mg a cada 2 semanas + CT: 39% (41/106), p<0,0001

•    dupilumabe 300 mg 1 vez/semana + CT: 39% (125/319), p<0,0001

Esses resultados se mantiveram até a semana 52.

•    Desfecho coprimário: melhora de 75% do Índice de Gravidade e Área de Eczema (EASI-75) nas semanas 16 e 52.1 (Figura 3)

figura3

•    Desfecho secundário: redução do Escore de Dermatite Atópica (SCORAD).1 (Figura 4)

figura4

Dupilumabe associado com corticosteroides tópicos reduziu o número de exacerbações de dermatite atópica durante o período de tratamento de 52 semanas em comparação com placebo mais corticosteroides tópicos.1

 

Dupilumabe melhorou a qualidade de vida e demonstrou bom perfil de segurança em pacientes adultos com dermatite atópica moderada a grave1

•     Nas semanas 16 e 52, respectivamente 39% e 36% dos pacientes que receberam dupilumabe + CT a cada 2 semanas atingiram pele limpa ou quase limpa, versus 12% e 13% dos que receberam placebo + CT (p<0,0001).1

•     Na semana 52, 51% dos pacientes atingiram melhora significativamente maior do prurido com dupilumabe + CT a cada 2 semanas, versus 13% dos que receberam placebo + CT (p<0,0001).1

•     Na semana 52, 80% dos pacientes atingiram melhora significativamente maior na qualidade de vida:

-    DLQI basal de 14 no início do estudo;

    -    Na semana 52, redução de 10,7 pontos do índice DLQI nos pacientes usando dupilumabe + CT a cada 2 semanas vs. 5,6 pontos no grupo placebo.

Segurança e tolerabilidade1

    •           Eventos adversos mais comuns:

tabela1

As taxas de suspensão decorrentes de eventos adversos foram menores do que as observadas com placebo na semana 52 (7,6% com placebo versus 1,8% com dupilumabe).

RESUMO1

Em pacientes adultos com dermatite atópica moderada a grave:

•     Dupilumabe melhora o índice SCORAD, que representa um escore de gravidade da dermatite atópica tanto em relação à superfície corporal afetada, intensidade das lesões, como também sintomas subjetivos como prurido e impacto no sono.
•     A intensidade do prurido diminuiu rapidamente e significativamente com dupilumabe + CT: melhora ≥4 pontos no escore NRS em 2 semanas.
•     Dupilumabe + CT reduziu o número de crises e o uso de tratamentos sistêmicos de resgate.
•      Dupilumabe apresenta efeitos positivos para melhora da qualidade de vida dos pacientes: melhora do sono (escore DLQI/POEM) e redução de ansiedade e depressão (escore HADS).
•     O bloqueio da sinalização das citocinas tipo Th2 IL-4 e IL-13, leva ao controle sustentado da dermatite atópica moderada a grave durante o período de tratamento de 52 semanas.

 

SABR.DUP.20.03.0339

O estudo demonstrou que mais pacientes atingiram melhora ≥75% na extensão e na gravidade das lesões com dupilumabe + corticosteroide tópico (CT) nas semanas 16 e 52 (p<0,0001)

REFERÊNCIAS

  1. Blauvelt A, et al.

    Long-term management of moderate-to-severe atopic dermatites with dupilumab andconcomitante topical corticosteroids (LIBERTY AD CHRONOS): a 1-year,randomised, double-blinded, placebo-controlled, phase 3 trial.

    Lancet.2017;389:2287-2303.

  2. Simpson El, et al.

    Two phase 3 trials of dupilumab versus placebo in atopic dermatitis.

    N Engl JMed. 2016;375:2335-48.

  3. ANVISA.

    Bula DUPIXENT.

    Aprovada em 13/02/20. Disponível em: http//www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmResultado.asp