Indivíduos fisicamente ativos tem um risco menor para muitas condições, incluindo doenças cardiovasculares, síndrome metabólica e depressão, quando comparados a seus colegas sedentários. Nos EUA, um adulto alcança uma média de 4.700 passos diários, e a maioria não atende à recomendação de 150 minutos de exercício por semana.

Nos últimos anos, vem crescendo o interesse sobre a relação entre a contagem de passos diária e seus efeitos na saúde dos indivíduos. Estudos anteriores demonstraram que o aumento efetivo da contagem de passos esteve associado a melhores resultados de saúde, incluindo redução da incidência de hipertensão, melhores marcadores de saúde cardiovascular e índice de massa corporal reduzido. Dispositivos eletrônicos, como smartphones e smartwatches, podem oferecer uma plataforma para aplicativos que ajudem as pessoas a atingirem esse objetivo.

Assim, pesquisadores realizaram um estudo randomizado cruzado em um conjunto de indivíduos para investigar o efeito de intervenções de treinamento de atividade física, baseadas em um aplicativo de celular, na contagem diária de passos diários.

Os resultados encontrados sugerem que os programas de treinamento comportamental administrados por smartphones podem levar a aumentos na atividade física diária em curto prazo.


Para o estudo, que foi publicado no periódico científico The Lancet Digital Health, os investigadores recrutaram adultos que tinham acesso a um smartphone com aplicativo. Após a conclusão de um período de interação inicial de 1 semana com o aplicativo, os participantes foram designados aleatoriamente para receber uma das 24 permutações (quatro combinações de quatro intervenções de 7 dias). As intervenções consistiam em avisos diários para concluir 10.000 passos. O desfecho primário foi a alteração na contagem média de passos diários para cada uma das quatro intervenções desde a linha de base.

Foram inscritos para o ensaio 2.783 participantes, dos quais 1.075 completaram 7 dias de monitoramento e pelo menos 1 dia de uma das quatro intervenções. Um total 493 indivíduos completaram o conjunto completo de intervenções designadas. Todas as quatro intervenções aumentaram significativamente a contagem média de passos diária a partir da linha de base.

Os autores do estudo concluíram que, todas as quatro intervenções aumentaram significativamente a contagem de passos diária. As intervenções pareceram ser equivalentes em termos de eficácia, e não tiveram efeitos nos resultados secundários de duração e qualidade do sono, e felicidade autorreferida. Segundo os autores, os resultados encontrados sugerem que os programas de treinamento comportamental administrados por smartphones podem levar a aumentos na atividade física diária em curto prazo.

Fonte: Acesso em 21 Fev 2020. Disponível em: https://www.thelancet.com/action/showPdf?pii=S2589-7500%2819%2930129-3

SABR.SA.20.02.0236

REFERÊNCIAS

  1. Anna Shcherbina, Steven G Hershman, Laura Lazzeroni, Abby C King, Jack W O'Sullivan, Eric Hekler, et al.

    The effect of digital physical activity interventions on daily step count: a randomised controlled crossover substudy of the MyHeart Counts Cardiovascular Health Study.

    The Lancet Digital Health Vol 1, ISSUE 7, 344-352.