LIBTAYO®: bloqueia a via celular entre PD-1 e PD-L1/PD-L2 e, assim, restabelece a função do sistema imunológico estando associado a resposta no CEC avançado de pele.1

 

A primeira terapia aprovada no tratamento de pacientes adultos com carcinoma de células escamosas de pele metastático ou localmente avançado que não são candidatos a cirurgia nem a radioterapia curativa.1,2,3

 

LIBTAYO® ajuda a restaurar a resposta das células T antitumorais.1

 

O cemiplimabe é um anticorpo monoclonal recombinante humano imunoglobulina G4 (IgG4) que se liga ao PD-1 e bloqueia sua interação com PD-L1 e PD-L2, contrariando a inibição mediada pelo PD-1 da resposta imune, incluindo a resposta imune antitumoral. A ligação de PD-L1 e PD-L2 ao PD-1 nas células T inibe a proliferação de células T e a produção de citocinas. Essa via pode contribuir para a inibição da vigilância imune ativa das células T dos tumores.1,3 

-/media/Sanofi/Conecta/Artigos/2020/06/mecanismo-de-acao-e-estudo-clinico-carcinoma-de-celulas-escamosas-tratamento/mecanismo-de-acao-e-estudo-clinico-libtayo-imagem1.ashx?w=1318&hash=26014DFC520B38CA9083C534F831F1C7

LIBTAYO® potencializa as respostas das células T, inclusive as respostas antitumorais, pelo bloqueio da ligação de PD-1 com os ligantes PD-L1 e PD-L2.1,3

 

LIBTAYO® foi aprovado com base em dados de dois estudos3

 

O Estudo 1540 foi um estudo de fase 2, pivotal, aberto e multicêntrico que incluiu 193 pacientes com CEC de pele metastático ou localmente avançado e média de seguimento combinada de 7,4 meses. Realizou-se a análise de eficácia com base no estudo 1540.3

-/media/Sanofi/Conecta/Artigos/2020/06/mecanismo-de-acao-e-estudo-clinico-carcinoma-de-celulas-escamosas-tratamento/mecanismo-de-acao-e-estudo-clinico-libtayo-imagem-2.ashx?w=1268&hash=324062E58A582100C95059DF6124F386

A segurança do cemiplimabe foi avaliada em 591 pacientes com neoplasias sólidas avançadas, incluindo 219 pacientes com CEC avançado em dois estudos clínicos (Estudo 1423 e Estudo 1540).3

 

Desfecho primário4,5,6

  • Taxa de resposta objetiva (TRO) conforme avaliação por revisão central independente.

A primeira terapia aprovada no tratamento de pacientes adultos com carcinoma de células escamosas de pele metastático ou localmente avançado que não são candidatos a cirurgia nem a radioterapia curativa.1,2,3

Os desfechos secundários incluíram:4,5,6 

  • Duração da resposta.
  • Sobrevida livre de progressão.
  • Sobrevida global.
  • Taxa de resposta completa.

REFERÊNCIAS

  1. Oncologiabrasil.com.br [homepage na Internet].

    São Paulo: Oncologia Brasil [atualizada em 2019; acesso em 06/02/2020].

    Disponível em: https://www.oncologiabrasil.com.br/fda-aprova-primeiro-tratamento-para-cec-cutaneo-avancado.

  2. Portal.anvisa.gov.br [homepage na Internet].

    Brasília: ANVISA. [acesso em 06/02/2020].

    Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp.

  3. Migden MR, et al.

    Cemiplimab in locally advanced cutaneous squamous cell carcinoma: results from an open-label, phase 2, single-arm trial.

    Lancet Oncol. 2020 Feb;21(2):294-305.

  4. Markham A, et al.

    Cemiplimab: first global approval.

    Drugs. 2018 Nov;78(17):1841-6.

  5. Migden MR, et al.

    PD-1 blockade with cemiplimab in advanced cutaneous squamous-cell carcinoma.

    N Engl J Med.2018;379(4):341-51.

  6. Migden MR, et al.

    Interim analysis of phase 2 results for cemiplimab, a human monoclonal antibody to programmed death 1, in patients with locally advanced cutaneous squamous cel lcarcinoma.

    SKIN The Journal of Cutaneous Medicine. 2018:2:S77.