LIBTAYO® protocolo de dose1
-/media/Sanofi/Conecta/Artigos/2020/06/posologia-e-administracao-carcinoma-de-celulas-escamosas-protocolo-de-dose-de-libtayo/libtayo-artigo-posologia-e-administracao.ashx?w=1004&hash=8FEF5D5001AFF747CE4C69153705CFBC

Pode-se continuar o tratamento até a progressão da doença ou a presença de toxicidade inaceitável.1 

 

Preparação1

 

1.  Inspecione visualmente o medicamento antes da administração. 

  • LIBTAYO® é uma solução límpida a levemente opalescente, incolor a amarelo pálido que pode conter vestígios de partículas translúcidas a brancas.

  • Descarte o frasco se a solução estiver turva, descolorida ou contiver material particulado externo.

 

2.  Retire 7 mL (350 mg) do(s) frasco(s) de LIBTAYO® e transfira para uma bolsa de perfusão intravenosa (IV) contendo solução de cloreto de sódio a 0,9% ou solução de dextrose a 5%. 

 
3.  Misture a solução diluída por inversão suave. Não agite a solução.
  • A concentração final da solução diluída deve ficar entre 1 mg/mL e 20 mg/mL.

Após preparado, manter entre 2°C e 8°C por até 24 horas ou manter até 25°C por não mais que 8 horas.1

Administração1
  • Deve-se administrar LIBTAYO® por infusão intravenosa durante 30 minutos através de uma linha intravenosa que contenha um filtro em linha ou acoplado (tamanho de poro de 0,2 mícron a 5 mícron), estéril.1

  • Não se devem coadministrar outros medicamentos através da mesma linha de infusão.1

  • CUIDADOS DE ARMAZENAMENTO DO MEDICAMENTO1

    Este medicamento deve ser mantido sob refrigeração (entre 2 e 8ºC). Proteger da luz. Não congelar. Não agitar. Após preparado, manter entre 2°C e 8°C por até 24 horas ou manter até 25°C por não mais que 8 horas.1

 

SABR.LIB.20.05.0633d

REFERÊNCIAS

  1. Portal.anvisa.gov.br [homepage na Internet].

    Brasília: ANVISA. [acesso em 06/02/2020].

    Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp.