Durante o último encontro do COSEMS Norte e Nordeste (Congresso Norte e Nordeste de Secretarias Municipais de Saúde), que ocorreu em março de 2020, o Dr Edson Duarte Moreira Jr, médico infectologista e pesquisador da Fiocruz/BA, discutiu sobre o impacto da COVID-19 nas rotinas de vacinação, incluindo a doença meningocócica.

 

Devido à pandemia de COVID, estima-se alguns importantes impactos negativos em doenças preveníveis por vacina, como mais de 100 milhões de crianças que podem deixar de receber a vacina de sarampo no mundo todo.1 Já em relação a meningite, a OMS (Organização Mundial de Saúde) iniciou discussões para planejar ações com o objetivo de derrotar a meningite até 2030. Nesse plano fica claro a preocupação com o impacto negativo da pandemia e seus esforços concentrado em uma doença apenas.2

 

Hoje há 13 sorogrupos de bactérias causadores da meningite conhecidos, sendo 5 responsáveis por 90% dos casos de doença, chamados pelas letras A, B, C, W e Y. 3,4 Os adolescentes são os principais portadores da bactéria causadora da doença, e por isso possuem papel importante na transmissão da doença para as crianças e também idosos.5 O ideal é a prevenção pela vacinação, pois esta gera proteção de grupo, o que protege as pessoas que são realmente susceptíveis ficam protegidas3,4,6. Há vacinas contra ACWY conjugadas e contra o grupo B, que são recomendadas para adolescentes e menores de 1 ano.7

 

Ainda em 1974, tivemos o primeiro programa de vacinação contra meningite no Brasil, onde o governo federal e a Sanofi fizeram uma parceria inédita para vacinar em tempo recorde mais de 90 milhões de brasileiros.4 A partir de 2020 teremos as vacinas contra meningite ACWY para adolescentes de 11 a 12 anos, além da vacina contra meningite C já disponível para crianças e adolescentes desde 2010.9 Em 1999, com a vacina MenB, houve uma redução de mais de 90% no número de casos, incidência e óbitos.4

 

Quer saber mais sobre como a vacinação foi capaz de reduzir a meningite, e como a pandemia de COVID pode impactar isso. Veja a aula completa do Dr Edson Moreira:

Quer saber mais como apoiar a importância da vacinação, entre em contato conosco:
Danusa Lelis
Relações Governamentais da Sanofi Pasteur
Danusa.Lelis@sanofi.com
+55(61)992744033 CLIQUE AQUI -> (https://wa.me/556192744033)

REFERÊNCIAS

  1. Measles & Rubella Initiative.

    More than 117 million children at risk of missing out on measles vaccines, as COVID-19 surges.

    [internet] Disponível em: https://measlesrubellainitiative.org/measles-news/more-than-117-million-children-at-risk-of-missing-out-on-measles-vaccines-as-covid-19-surges/. Acessado em 10/06/2020

  2. The lancet.

    A new roadmap for meningitis.

    [Internet] Disponível em: https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(20)30865-5/fulltext. Acessado em 10/06/2020

  3. World Health Organization (WHO).

    Meningococcal meningitis.

    [Internet] Disponível em 10/06/2020 https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/meningococcal-meningitis. Acesso em: 5/nov/2019.

  4. Presa J, Findlow J, Vojicic J, Williams S, Serra L.

    Epidemiologic Trends, Global Shifts in Meningococcal Vaccination Guidelines, and Data Supporting the Use of MenACWY-TT Vaccine: A Review.

    Infect Dis Ther. 2019 Sep;8(3):307-33

  5. Steffem R, Connor BA.

    Vaccines in Travel Health: From Risk Assessment to Priorities.

    J Travel Med. 2005; 12:26-35.

  6. WECKX, Lily Yin et al.

    A cross-sectional study assessing the pharyngeal carriage of Neisseria meningitidis in subjects aged 1-24 years in the city of Embu das Artes, São Paulo, Brazil.

    Braz J Infect Dis [online]. 2017, vol.21, n.6, pp.587-595.

  7. Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm).

    alendário Vacinal do nascimento à terceira idade.

    [Internet Disponível em: https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-sbim-0-100.pdf. Acesso em: 31 out. 2019

  8. Interfarma.

    Como as vacinas mudaram um país.

    [Internet] Disponível em: https://www.interfarma.org.br/public/files/biblioteca/como-as-vacinas-mudaram-um-pais-interfarma.pdf. Acessado em 13/05/2020

  9. Ministério da Saúde (MS).

    Calendário Nacional de Vacinação.

    [Internet] Disponível em: https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/vacinacao/calendario-vacinacao. Acesso em 23/06/2020.