A adequada avaliação do risco de TEV nos pacientes hospitalizados é passo essencial para a profilaxia desta importante condição. Em literatura, há algumas ferramentas recomendadas para auxiliar nesta avaliação de risco.

O escore de Caprini é a ferramenta que pode ser utilizada para avaliação do risco de TEV em pacientes cirúrgicos. O escore de Pádua é o modelo de avaliação do risco de TEV para pacientes clínicos hospitalizados.
 

REFERÊNCIAS

  1. Caprini JA.

    Thrombosis risk assessment as a guide to quality patient care.

    Dis Mon. 2005;51:70-78.

  2. Barbar S. et al.

    A risk assessment model for the identification of hospitalized medical patients at risk for venous thromboembolism.

    The Padua Prediction Score. J Thromb Haemost. 2010 Nov;8(11):2450-7.