icon historia

Em 15 de outubro de 2008, uma iniciativa público-privada criou o Dia Mundial de Lavar as Mãos (Global Hand Washing Day), uma campanha educativa pela lavagem das mãos de forma correta com água e sabão, com o objetivo de diminuir o número de doenças e até mortes causadas por doenças infecciosas.

A iniciativa é importante, mas não é nova. Conta a história que em 1847 o Dr. Ignaz Semmelwelsao percebeu que as crianças morriam menos ao nascer quando vindas ao mundo pelas mãos limpas das parteiras e não pelas mãos sujas e ensanguentadas dos médicos da época, ficou intrigado e saiu correndo pelas ruas gritando “lavem as mãos, lavem as mãos”.1
 
icon foco da acao

São crianças e escolas, não apenas por serem potenciais vítimas de doenças infecciosas, mas especialmente por serem creditadas como potenciais agentes de mobilização e multiplicação para a formação da cultura de que mãos limpas salvam vidas.1

Diarreia e desidratação são consideradas uma das 5 maiores causas de morte em crianças abaixo de 2 anos no mundo. Segundo a UNICEF, cerca de 5.000 crianças morrem de doenças diarreicas (desidratação) e metade dessas mortes pode ser evitada se as crianças desenvolverem o hábito de lavar as mãos com sabão, antes do almoço e depois de ir ao banheiro.1

O simples ato de lavar as mãos com sabão pode reduzir cerca em de 25% a incidência das taxas de diarreia entre crianças menores de 5 anos e as infecções respiratórias.2

icon importancia

Dados da Unicef mostram que lavar as mãos com água e sabão pode reduzir as mortes de até 41% dos recém-nascidos.

Vírus e bactérias estão por toda parte, principalmente nas mãos. Quando não lavadas corretamente (com água e sabão), as mãos podem ser as principais vias de transmissões de doenças. Resfriados, herpes e conjuntivite são apenas alguns dos exemplos. A lavagem de mãos também auxilia no combate às epidemias.3

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), doenças como diarreia poderiam ser evitadas e reduzidas em até 40% se todas as pessoas lavassem as mãos adequadamente.
ENTEROGERMINA® “O Bacillus clausii (probiótico) contribui para o equilíbrio da flora intestinal. Seu consumo deve estar associado a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis.” NÃO CONTÉM GLÚTEN. 
Leia atentamente o rótulo.