Nos últimos anos presenciamos uma avalanche de lançamentos de inúmeros tipos e marcas de colágeno hidrolisado no mercado brasileiro. Entretanto, assim como ocorre em tantos outros produtos, não podemos dizer que todos os colágenos hidrolisados são iguais.

Se desejamos um produto capaz de estimular os condrócitos e assim ajudar na melhora da estrutura da cartilagem, proporcionando melhora da função e da qualidade de vida, não estamos falando de qualquer colágeno hidrolisado, mas daquele que contém peptídeos bioativos de colágeno, o Fortigel®.1-6

Fortigel® é a marca registrada de um colágeno hidrolisado produzido pela empresa alemã Gelita.4 Os seus peptídeos (pequenos agrupamentos de aminoácidos) bioativos de colágeno derivam de um processo de hidrólise altamente controlado que vai garantir que sua composição seja otimizada para estimular os condrócitos na biossíntese de colágeno.7 Esses peptídeos específicos contêm altas concentrações de lisina, prolina e hidroxiprolina.8 Somente esse tipo de composição tem trabalhos científicos que demonstram os benefícios a seguir:
  • Fortigel® promove a síntese de componentes importantes da cartilagem:1
Oesser et al. testaram a eficácia do colágeno hidrolisado Fortigel® em um estudo randomizado de modelo animal controlado com placebo.1 O dano articular foi avaliado por um escore histopatológico semiquantitativo.1 Os resultados indicam que Fortigel® administrado por via oral foi capaz de retardar, ou mesmo interromper, a destruição da cartilagem nos camundongos.1 Os dados sugerem que o colágeno hidrolisado pode prevenir a progressão da degeneração articular na OA e ser um potencial agente modificador da doença para tratamento de doenças articulares degenerativas.1 (Figura 1)
-/media/Sanofi/Conecta/Artigos/2020/11/colageno-nao-e-tudo-igual/Sanofi_1364_IMGGain_Fig1.ashx?w=850&hash=1BF276666905A9C7CD24BAAF734C1DCD
  • Fortigel® é absorvido pelo trato gastrointestinal e pode ser encontrado na cartilagem articular em menos de 12 horas.2
  • Fortigel® aumenta a síntese de colágeno pelos condrócitos:3
Experimentos de cultura celular demonstraram que os condrócitos tratados em cultura com peptídeos de colágeno por 11 dias apresentaram aumento da síntese de colágeno tipo II em comparação aos condrócitos não tratados (p<0,01).3 Em contraste, o colágeno nativo e o colágeno sem peptídeos bioativos não tiveram capacidade de estimular os condrócitos.3
  • Fortigel® promove o aumento da concentração de proteoglicanos na cartilagem:4
Em estudo publicado em março de 2011 por McAlindon et al., o efeito de longo prazo do tratamento com Fortigel® na composição da cartilagem hialina em indivíduos com osteoartrite de joelho precoce foi investigado.4

Esse estudo-piloto prospectivo, randomizado, duplo-cego e controlado com placebo foi realizado no Tufts Medical Center em cooperação com a Universidade Harvard.4 Um tipo específico de imagem de ressonância magnética (IRM), a IRM da cartilagem com realce tardio de gadolínio (dGEMRIC), foi utilizado para visualizar mudanças estruturais na cartilagem.4 

Trinta indivíduos foram randomizados em dois grupos:  um recebeu 10 g de Fortigel® por dia por 48 semanas e o outro, de controle, recebeu placebo.4 Três ressonâncias de joelho foram realizadas em cada indivíduo: uma no início do estudo, uma em 24 semanas e a final em 48 semanas.4 A análise revelou um aumento estatisticamente significativo na densidade de proteoglicanos nas regiões tibiais medial e lateral dos indivíduos tratados com Fortigel® em comparação com o grupo de placebo.4 (Figura 2)
-/media/Sanofi/Conecta/Artigos/2020/11/colageno-nao-e-tudo-igual/Sanofi_1364_IMGGain_Fig2.ashx?w=850&hash=E8EB9FC90540C9E59E4FB54EE61112A5
  • Fortigel® melhora a mobilidade de indivíduos saudáveis:5
Em estudo realizado na Penn State University em 2008, 147 atletas foram recrutados com dores nas articulações relacionadas à atividade física.5 Esses atletas (idade média de 20,1 anos) foram subdivididos em dois grupos: um recebeu Fortigel® como suplemento nutricional e um grupo controle recebeu placebo por 24 semanas.5 A gravidade dos sintomas foi avaliada tanto pelo médico assistente quanto pelos participantes do estudo com uma escala visual analógica.5 Nesse estudo prospectivo, randomizado, duplo-cego e controlado por placebo, foi interessante observar uma diferença estatisticamente significativa de percepção da dor entre os grupos de tratamento e controle.5 Ao utilizar terapias alternativas, como hidroterapia, massagem e compressas de gelo e calor, houve uma diferença nítida entre o grupo de tratamento e o de placebo em favor do que recebeu Fortigel®.5 Esse foi o primeiro ensaio a mostrar melhora da dor nas articulações em atletas saudáveis tratados com Fortigel®.5 Em resumo, o estudo confirma que a ingestão de Fortigel® resulta na melhora da mobilidade em indivíduos saudáveis.5
  • Fortigel® melhora a função em indivíduos jovens com artrose:6
Entre os ensaios duplo-cegos, vale ressaltar um estudo clínico prospectivo e randomizado realizado por Zuckley et al. com 250 indivíduos adultos com diagnóstico de artrose leve baseado nos critérios do Colégio Americano de Reumatologia (ACR, na sigla em inglês).6,8 Os pacientes foram divididos para receber colágeno hidrolisado (10 g/dia) ou placebo pelo período de 14 semanas.6,8 No total, 190 participantes completaram o ensaio.6,8 Os desfechos avaliados foram força muscular (mediante avaliação isocinética), teste de caminhada de 6 minutos, dor, rigidez e função (por meio do questionário de WOMAC), utilizando-se ainda o questionário de Lequesne e a Escala Visual Analógica de dor.6,8 Após as 14 semanas, o grupo que recebeu colágeno apresentou melhora da força muscular em três das seis medidas isocinéticas (p<0,05).6,8

Conclusão

Nem todos os colágenos hidrolisados são iguais. Fortigel® é o único que contém peptídeos bioativos de colágeno, cuja composição específica é comprovadamente capaz de exercer estímulo aos condrócitos e proporcionar efeitos tanto de melhora sintomática quanto de formação do tecido cartilaginoso.
 

Trinta indivíduos foram randomizados em dois grupos:  um recebeu 10 g de Fortigel® por dia por 48 semanas e o outro, de controle, recebeu placebo.4