Já se sabe a forte relação entre o envelhecimento e o desenvolvimento de osteoartrite. Trata-se de doença rara em indivíduos jovens e extremamente frequente em indivíduos idosos.1 Isso tem especial relevância no Brasil, já que observaremos nos próximos anos um grande envelhecimento populacional.2 Além disso, existe hoje a demanda por um envelhecimento mais saudável, ou seja, sem a perda da capacidade funcional das pessoas.2

Com o avanço da idade e o passar dos anos, a síntese de colágeno diminui gradativamente e as fibras elásticas tornam-se deformadas e menos flexíveis.3 O colágeno muda tanto qualitativamente quanto quantitativamente com o envelhecimento.3 As mudanças associam-se com o decréscimo da atividade enzimática celular de fibroblastos e condrócitos, e também com a diminuição da proliferação dessas células.4 Isso gera perda da elasticidade do tecido conjuntivo, rugas na pele,4 perda da rigidez óssea, perda muscular (sarcopenia) e perda da capacidade articular de absorver e distribuir carga, fato associado com o surgimento (ou aumento) das dores articulares.5

Outras alterações importantes causadas pelo envelhecimento relacionam-se ao estresse oxidativo.6,7 Ele pode ocorrer por uma produção exacerbada de radicais livres ou ainda pela produção/ingesta inadequada de substâncias antioxidantes.6 Assim, é fundamental que tenhamos um estilo de vida adequado, que evite situações relacionadas ao aumento da produção de radicais livres, como estresse, poluição, sono inadequado, tabagismo e sedentarismo.6,7 A ingesta adequada de substâncias antioxidantes e outros nutrientes importantes atua no outro lado da balança.7 O envelhecimento, associado à nutrição inadequada, pode afetar negativamente os níveis de cálcio e colágeno no corpo.8 Em idades mais avançadas, é comum não atingirmos pela dieta níveis nutricionais adequados e recomendados de macro e micronutrientes.8,9 Essa deficiência pode passar despercebida por alguns anos, porém, em idades mais avançadas, quando entram na conta outros fatores geradores de fraqueza óssea, sarcopenia e dor articular, certamente isso torna-se mais evidente.8

Para um envelhecimento saudável e sem doenças, é fundamental, portanto, ter uma vida saudável, com atitudes e nutrição adequados. A seguir apresentamos um dia que pode ser considerado próximo do ideal para uma vida saudável:
  • Acordar cedo após uma noite de sono reparador.
Uma noite de sono adequada é imperativa na biologia de praticamente todas as espécies do reino animal.10 O sono com duração, continuidade e intensidade (profundidade) suficientes, sem interrupção circadiana, é necessário para promover altos níveis de atenção e desempenho cognitivo durante o período de vigília e para prevenir alterações fisiológicas que podem predispor os indivíduos a problemas de saúde.10 O sono não reparador leva a condições como ganho de peso, obesidade, diabetes e hipertensão, bem como ao aumento da mortalidade.10
  • Tomar um café da manhã balanceado.11,12 (Figura 1)
-/media/Sanofi/Conecta/Artigos/2020/11/recomendacoes-para-um-dia-ideal-de-um-paciente-com-oa/Sanofi_1364_IMGMaintain_Fig1.ashx?w=850&hash=CCD28C9A94DD6BF7B6368D62F2D7E8F3
  • Praticar atividade física.
A prática de atividade física é importantíssima e traz benefícios em praticamente todos os aspectos da vida: melhora a memória, diminui a incidência de doenças, dores, e ainda retarda o envelhecimento por reduzir o estresse oxidativo.13 Uma informação é importante e interessante: o desempenho em exercícios de alta intensidade é comprovadamente pior no período da manhã em comparação ao período vespertino.14
  • Após o exercício, beber 1 copo de suco de laranja com Mobility.
Além de repor a glicose, o suco de laranja contém vitamina C, um importante antioxidante. Além da ação de estímulo ao condrócito pelos peptídeos bioativos, Mobility é sem sabor, sem cheiro e pode ser diluído em qualquer líquido ou misturado a qualquer alimento.

Nesse momento é desejável ainda fazer suplementação de cálcio e vitamina D. O cálcio é um elemento fundamental para a saúde óssea e dificilmente se atingem as quantidades diárias necessárias apenas com a dieta. A vitamina D, produzida pelo sol, também é frequentemente baixa nas pessoas, uma vez que, para evitar problemas de pele, idealmente evitamos o sol entre as 10 da manhã e as 4 da tarde, horário em que a radiação ultravioleta B (raios UVB − cancerígeno) é mais intensa.15 No entanto, para adequada produção de vitamina D pela pele, ela precisa ser exposta justamente aos raios UVB.15
  • Tomar banho gelado.
A maioria das pessoas toma um banho após o exercício. Há evidências de que o banho gelado é capaz de liberar endorfinas e assim melhorar o humor durante o dia!16
  • Atividades de trabalho no período da manhã.
Lembre-se de alternar posturas durante o trabalho, ou seja, de não ficar todo o tempo sentado ou todo o tempo de pé.
  • Almoço balanceado (se possível com a família!).11,17,18 (Figura 2)
-/media/Sanofi/Conecta/Artigos/2020/11/recomendacoes-para-um-dia-ideal-de-um-paciente-com-oa/Sanofi_1364_IMGMaintain_Fig2.ashx?w=850&hash=D932F192CBF1331308B59E7727B760C0
  • Atividades de trabalho do período da tarde (lembrando de alternar posturas!).
  • Que tal ficar um pouco em pé?
  • Lanche da tarde (dando preferência a alimentos in natura, como frutas).
  • Atividade de lazer do final do dia.

Se deseja praticar exercícios com alta intensidade para ganho de performance ou massa muscular, esse é o momento, já que a literatura é repleta de estudos que demonstram que o período da tarde promove maior rendimento nesse tipo de exercício.14

Esse horário também pode ser utilizado para atividades que combatam o estresse gerado pelo ritmo frenético do dia. Atividades como massagem, ou mesmo sauna, podem ser realizadas no fim do dia para promover relaxamento e trazer benefícios pulmonares e alívio de dores osteomusculares.19

Além da ação de estímulo ao condrócito pelos peptídeos bioativos do Mobility, a oferta de aminoácidos próximo à atividade física promove ganho de massa muscular.

  • Jantar.
A última refeição do dia deve ser leve e de preferência conter pouca gordura e carboidratos.20 Uma opção de proteína acompanhada de verduras/legumes é o ideal para o jantar.20
  • Descanso com a família.
A partir das 20 horas evite substâncias ou situações estimulantes para desacelerar e conseguir ter um sono tranquilo durante a noite.20 O sono reparador será conseguido por meio de uma série de medidas para as quais damos o nome de higiene do sono.20 A correta higiene do sono inclui tentar dormir sempre no mesmo horário, evitar telas (televisão, tablets e celulares) próximo ao horário de dormir, assim como não ingerir substâncias estimulantes, como café, chá e chocolate.20 Nesse horário, também não tome bebidas alcoólicas, não fume, evite refeições pesadas, com alimentos muito gordurosos, e evite atividades físicas.20 O quarto deve estar escuro, silencioso e ter temperatura agradável.20