Estamos vendo um aumento expressivo de artigos publicados na literatura sobre o uso dos novos imunobiológicos em fenótipos específicos da rinossinusite crônica (RSC), mudando os paradigmas de seu tratamento. Diante da rápida e crescente oferta desses novos medicamentos, com aprovações individuais para determinadas doenças em alguns países, a Academia Brasileira de Rinologia reuniu diferentes especialistas para revisar o estado atual das indicações de imunobiológicos em RSC, considerando suas particularidades e aspectos relacionados à realidade nacional.1

Confira as diretrizes na íntegra clicando aqui.