A Inflamação Tipo 2 na Dermatite Atópica

A inflamação tipo 2 está relacionada com uma série de doenças inflamatórias, inclusive da pele.1-4

Uma abordagem terapêutica direcionada a essa via inflamatória pode auxiliar sua prática clínica e melhorar muito a vida dos seus pacientes.

O QUE é a resposta imune da Inflamação Tipo 2?

A resposta imune tipo 2 está normalmente associada à defesa do organismo contra agentes externos como parasitas, alérgenos, irritantes e venenos. Quando esta via é ativada de forma exacerbada, há uma desregulação imune que leva à inflamação subjacente responsável pela dermatite atópica e outras doenças inflamatórias tipo 2.1,2

Confira a tabela abaixo para mais detalhes sobre os três principais tipos de resposta imune celular.

Image4

Quando desreguladas, essas respostas imunes contribuem para diferentes doenças.1,2,10,11

Infecções intracelulares por bactérias ou vírus e células cancerígenas, no caso da via tipo 1 e infecções por bactérias extracelulares e fungos, no caso da via tipo 3. Entretanto, tais vias quando desreguladas, contribuem para o o desenvolvimento de doenças como a psoríase e artrite psoriásica.1,10

COMO a Inflamação Tipo 2 leva à Dermatite Atópica?

A inflamação tipo 2, resultante do processo de desregulação da resposta imune tipo 2, contribui para doenças como a dermatite atópica, independente das características do paciente (como idade e etnia) 12

Diversas citocinas atuam no processo inflamatório, sendo que a IL-4 e a IL-13 são as citocinas-chave na via inflamatória tipo 2, a qual é responsável pelas manifestações clínicas da dermatite atópica.4,13-16

Image5

Como nossa compreensão da Inflamação Tipo 2 tem evoluído?

Diversas citocinas atuam no processo inflamatório, sendo que a IL-4 e a IL-13 são as citocinas-chave na via inflamatória tipo 2, a qual é responsável pelas manifestações clínicas da dermatite atópica.4,13-16 Nosso entendimento da resposta imune tipo 2 tem demonstrado uma evolução nos últimos anos, e nós reconhecemos hoje que diversas células, além das células Th2, são responsáveis pela produção de citocinas tipo 2. Com isso, a terminologia evoluiu da denominação de “resposta Th2” para a “resposta imune tipo 2”.1,18

Confira mais detalhes sobre os papéis das citocinas-chave tipo 2 abaixo:1,4,13-17

Image 5

Rompimento da barreira cutânea

Image 9

Maior suscetibilidade a lesões na pele

Image 8

Prurido

Image 12

POR QUE ter como alvo a Inflamação Tipo 2?

Direcionar seletivamente os principais receptores e citocinas dentro da via de inflamação tipo 2 demonstrou benefícios clínicos na dermatite atópica, incluindo um perfil de segurança distinto46-50


Benefícios de Eficácia

Os tratamentos visando seletivamente a inflamação tipo 2 na dermatite atópica demonstraram melhorias em:46-48,51,52

Image 6

Diferentes perfis de segurança

A inibição das diferentes vias inflamatórias leva a diferentes perfis de segurança das respectivas medicações.1,3

Image 11

Imunomodulação seletivamente direcionada

A modulação seletiva da resposta imune desregulada pode resultar em uma terapia eficaz com menos preocupações de segurança do que outros tratamentos.53-55

Isso pode reduzir o risco de interrupção do tratamento, oferecendo potencial para uso a longo prazo e controle de doenças crônicas a longo prazo.55


ONDE a Inflamação Tipo 2 pode se manifestar?

O papel da Inflamação Tipo 2 além da Dermatite Atópica

A inflamação tipo 2 ocorre de maneira sistêmica e pode afetar inúmeros sistemas, como por exemplo a pele, as vias respiratórias (por exemplo, a asma) e o trato gastrointestinal (por exemplo, esofagite eosinofílica).22,11,16

A medida que novos dados são publicados, o crescente número de pesquisas sugerem que a resposta imune tipo 2 tem um papel importante nas doenças de pele além da D.A.19,64-69


Explorando a Inflamação Tipo 2 em outras doenças


Image7

Penfigoide bolhoso (PB)

O que é o PB?
O PB é uma doença autoimune com bolhas e recidiva crônica, geralmente associada a prurido e que geralmente afeta idosos (>60 anos)19,79,80

O que causa PB?
PB pode começar com lesões urticariformes ou eczematosas.81 A patogênese exata não é bem compreendida, mas sugere-se que as respostas imunes tipo 1, tipo 2 e tipo 3 possuem papel importante,82 e os principais conceitos incluem:
  • A formação de autoanticorpos contra proteínas envolvidas na adesão dermo-epidérmica
  • Infiltração eosinofílica subsequente

PB e a resposta imune tipo 2

Um alto nível de citocinas tipo 2 foram encontradas no sangue e/ou lesões da pele de pacientes com PB19,64,65 e, junto com as células Th2, e sugere-se que estas contribuem para o mecanismo da doença, incluindo:

Image 3



Prurigo nodular (PN)

O que é o PN?
O PN é caracterizada por intenso prurido e o desenvolvimento de múltiplos nódulos e pápulas hiperqueratóticas, afetando tipicamente pessoas de 50 a 60 anos, mas podendo ocorrer em outras idades70,73,74

O que causa o PN?
  • A fisiopatologia da PN não é bem compreendida mas acredita-se que componentes da inflamação cutânea e plasticidade neural contribuem para o prurido e a patogenia70,72
  • O PN se desenvolve em resposta a um ciclo crônico de prurido, cuja causa pode ser conhecida ou desconhecida (ex.: doença idiopática ou infecção)70,74
PN e a resposta imune tipo 2
Demonstrous-se nível elevado de citocinas tipo 2 e proteínas sinalizadoras em lesões de pele de pacientes com PN66,72,77 e é sugerido que tenham papel importante nas característica da doença e seu mecanismo, incluindo:


Image2



Urticária crônica espontânea (UCE)

O que é UCE?
A UCE é uma doença crônica, imunomediada, caracterizada pelo aparecimento espontâneo de círculos (urticária), angioedema, ou ambos persistindo por mais de 6 semanas, geralmente associada a prurido, sem causa identificada88,89

O que causa UCE?
A UCE apresenta fisiopatologia complexa e não completamente caracterizada por, degranulação de mastócitos e basófilos e o lançamento de mediadores inflamatórios, incluindo aqueles relacionados à resposta imune tipo 1 e 289-91 Por exemplo:

Um processo autoimune envolvendo anticorpos IgE (anti-self) ou IgG (anti-IgE ou anti-FcεRI) é visto como contribuinte para a atividade patogênica de mastócitos e basófilos90,92
Citotocinas tipo 2, IL-4 e IL-13, promovem produção de IgE e IgG12,93. Além disso, IL-4 ainda contrubui com a proliferação de mastócitos, e pode aumentar a expressão de FcεRI25,93

UCE e a resposta imune tipo 2
Foram encontrados níveis elevados de citocinas tipo 2 na pele lesionada de pacientes com UCE69,91,94,95 e sugere-se que tenham papel importante nas características da doença, incluindo:

Image




Para continuar lendo confirme que você é um profissional da saúde.