Dermatite Atópica: tenha uma experiência exclusiva com conteúdos escolhidos por você

fale-conosco

Fisiopatologia

A dermatite atópica é causada pela inflamação tipo 2, caracterizando-se por lesões na pele e prurido.4-7 Um desequilíbrio no sistema imunológico gera uma resposta inflamatória exagerada e quebra da barreira cutânea. As IL-4 e IL-13 têm papel fundamental na patogênese subjacente desta doença.4

Diagnóstico


Já se demonstrou que a dermatite atópica faz parte de um conjunto de doenças alérgicas que têm a Inflamação tipo 2 como patogênese comum.8 Mesmo partes não lesionadas da pele podem demonstrar inflamação subjacente quando analisadas em cortes histológicos.4-6

É importante lembrar que a dermatite atópica é uma doença crônica e que a inflamação subjacente pode persistir de forma subclínica mesmo fora dos períodos de exacerbação.

Essa inflamação subjacente crônica é um desencadeante significativo de lesões cutâneas e prurido, sintomas primários da doença.4,5 Tratar a causa da inflamação subjacente persistente pode ser a chave para controlar os sinais e sintomas da doença, incluindo o prurido.5,6

O diagnóstico da dermatite atópica é clínico e feito pelo médico através do exame físico da pele em uma consulta de rotina, em que é levado em consideração o histórico médico e familiar do paciente.4 Não existe nenhum exame específico para confirmar esse diagnóstico.9

Manifestações Clínicas

Dermatite atópica é uma doença de pele cujos sintomas incluem: pele seca e sensível; coceira intensa; pele vermelha e inflamada; erupção recorrente; áreas de descamação e espessamento da pele. As pessoas com dermatite atópica alternam momentos em que a pele aparenta estar saudável e momentos de crises com piora das lesões.10,11

Manejo

O tratamento da doença deve considerar uma abordagem proativa de controle, incluindo a redução do número e da gravidade das exacerbações e consequente aumento do tempo livre de crises.7, 12-13
A dermatite atópica é uma doença crônica e, apesar de não ter cura, seu tratamento adequado permite o seu controle e melhor qualidade de vida.1-3,12,14 Uma abordagem proativa faz-se necessária para o tratamento do processo inflamatório, o qual, mesmo subclínico, é persistente.15

O tratamento básico para a DA segue algumas etapas, incluindo: hidratação da pele, terapia anti-inflamatória tópica prevenção de fatores agravantes, além da possibilidade de participação em programas educacionais com uma abordagem multidisciplinar.

O tratamento sistêmico é indicado nos casos de dermatite atópica moderada a grave, não controlados com terapia tópica. As infecções secundárias devem ser diagnosticadas precocemente e tratadas prontamente, e a hospitalização pode ser necessária para controle de exacerbações mais graves.16


Para continuar lendo confirme que você é um profissional da saúde.