Primovacinação e reforço


Ao nascerem, os bebês são expostos a centenas de vírus e bactérias e, como possuem sistemas imunológicos ainda imaturos e frágeis, ficam bem mais suscetíveis a doenças e infecções.

Thumb
Experiência com a vacina hexavalente: satisfação e impacto na vida de pais e mães

A matéria discute os dados de um estudo feito no Chile sobre o impacto na vida diária e a satisfação dos pais de crianças que receberam vacina hexavalente acelular em comparação com a vacina pentavalente de células inteiras + poliomielite oral.

Saiba mais
Thumb_600x600
Benefícios das vacinas totalmente líquidas e sem necessidade de reconstituição

Entenda as vantagens das vacinas totalmente líquidas e o porquê de não necessitarem de reconstituição e possuírem menos chances de erros no preparo e na aplicação.

Saiba mais
Hexaxim
HEXAXIM®

Esta matéria traz informações importantes sobre a administração da vacina HEXAXIM®, como o modo de aplicação, posologia, efeitos adversos e cuidados especiais.


Saiba mais
Vacinação em prematuros tem importância reforçada
Vacinação em prematuros tem importância reforçada

O nascimento de um bebê prematuro é cercado de dúvidas e preocupações dos pais. No Brasil, são mais de 300 mil nascimentos desse tipo por ano, segundo dados de 2018 do Ministério da Saúde.Os cuidados com a saúde geral desses bebês costuma ser a maior preocupação dos pais, mas a prevenção de doenças infectocontagiosas também é essencial e conta com cuidados específicos para os prematuros. 

Saiba mais
Queda da cobertura vacinal coloca população em risco
Queda da cobertura vacinal coloca população em risco

A constante queda da cobertura vacinal no Brasil nos últimos cinco anos2 tem preocupado especialistas, que temem o reaparecimento de doenças até então erradicadas ou controladas, entre elas o sarampo e a poliomielite.

Saiba mais
Se não vacinar, a pólio pode voltar
Se não vacinar, a pólio pode voltar

As lacunas na carteira de vacinação das crianças brasileiras vêm aumentando desde 2015 – no caso da poliomielite, as taxas têm ficado abaixo dos 95% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Desde 2016, a vacinação não chega a 90%, e em 2019, entre janeiro e setembro, ficou em pouco mais de 51%.3
 
Saiba mais
Tipos de vacinas Pertussis, comentado pela Dra. Lucia Bricks
Tipos de vacinas Pertussis, comentado pela Dra. Lucia Bricks

Neste artigo, a autora traz uma atualização científica sobre Pertussis (coqueluche), com o intuito de clarificar e conscientizar os profissionais da saúde sobre a doença, epidemiologia, cobertura vacinal e um importante ponto sobre a eficácia e efetividade dos diferentes tipos de vacinas. 

Saiba mais
O desafio de manter as Américas livres da poliomielite, comentado pelo Dr. Akira Homma
O desafio de manter as Américas livres da poliomielite, comentado pelo Dr. Akira Homma

Neste artigo de opinião, o autor traz um debate muito importante sobre como alcançar a proteção total das Américas contra a introdução do vírus selvagem da poliomielite, além das vantagens e desvantagens do uso da vacina atenuada e inativada.4

Saiba mais
Time and motion: os riscos e impactos da utilização de vacinas não totalmente líquidas
Time and motion: os riscos e impactos da utilização de vacinas não totalmente líquidas

A simplificação das etapas para a preparação das vacinas economizaria tempo e reduziria o potencial de erros de imunização. O objetivo do estudo foi avaliar o tempo de preparo da vacina com uma vacina hexavalente totalmente líquida (DTaP-IPV-HB-PRP-T, da Sanofi Pasteur MSD) em relação a uma vacina hexavalente não totalmente líquida, que necessita de reconstituição para o seu preparo (DTPa-HBV-IPV/Hib, da GlaxoSmithKline Biologicals).
 
Saiba mais
HEXAXIM® simplificando a vacinação pediátrica
HEXAXIM® simplificando a vacinação pediátrica

HEXAXIM® é aprovada para imunização primária e de reforço de bebês e crianças a partir de 2 meses de idade contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, poliomielite e doenças invasivas causadas por Hib.5 Pronta para uso, HEXAXIM® induz consistentemente alta imunogenicidade contra 6 infecções principais.5
 
Saiba mais

Bate-papo com especialista – Pós pandemia: vacinar ou não vacinar?

Evento totalmente científico, sem conteúdo promocional, com o objetivo de discutir o impacto da pandemia nas coberturas vacinais. Contou com a presença de uma especialista na área, que envolveu os participantes em um bate-papo virtual com a presença de médicos e profissionais de saúde.

Saiba mais

Tratamentos da Sanofi

Indicada para vacinação primária e de reforço em lactentes e crianças a partir de 6 semanas de idade contra difteria, tétano, pertussis (coqueluche), hepatite B, poliomielite e infecções invasivas causadas pelo Haemophilus influenzae tipo b.¹

Para continuar lendo confirme que você é um profissional da saúde.