O Evento

Nos dias 29 e 30 de março, aconteceu o evento International Scientific Exchange: Hexavalent Vaccine Meeting, com o objetivo de comunicar e discutir os atributos e benefícios da imunização com a vacina combinada acelular hexavalente no contexto dos bebês prematuros no cenário atual brasileiro. Também tivemos uma oportunidade de troca entre todos convidados em relação às melhores experiências de utilização da vacina hexavalente no CRIE, assim como em outros dois países (Argentina e Chile), incluindo dados clínicos e dados sobre a otimização do calendário de vacinação.

O Evento em Números 
  • 2

    dias de evento

  • 17

    Palestrantes

  • +290

    pessoas conectadas



COVID-19: impacto na saúde pública na América Latina

Dr. Alberto Chebabo fala sobre a COVID-19 e o impacto na saúde pública na América Latina, o que prejudica a cobertura vacinal de algumas doenças.

Epidemiologia de pertussis: uma ameaça sempre presente

Dr. Juarez Cunha fala sobre a epidemiologia de pertussis como uma ameaça sempre presente, apresentando gráficos e dados de cobertura vacinal e a importância da recomendação médica para efetivação da vacinação.

A poliomielite precisa de atenção: o que está acontecendo?

Dra. Luiza Helena Falleiros apresenta dados e gráficos sobre os casos e cobertura vacinal de pólio no Brasil e no mundo, além de mostrar o comportamento dos pilares da erradicação no Brasil.

Inquérito nacional vacinal epidemiológico

Dr. José Cassio de Moraes nos apresenta sua palestra com o objetivo de estimar a cobertura vacinal dos imunizantes utilizados pelo PNI aos 12, 18 e 24 meses de residentes nas áreas urbanas das capitais brasileiras e de 11 municípios do interior nascidos em 2017 e 2018. 

Discussão: roda de perguntas

Discussão sobre o que foi falado nas palestras da mesa interativa 1: risco de reemergência de doenças em 2022 com todos os palestrantes da mesa.

Experiência do Chile com a vacina hexavalente

Dr. Juan Pablo Torres fala da qualidade das vacinas hexavalentes, esquema vacinal, experiência do Chile com a vacina hexavalente, cobertura vacinal na América Latina e custos.

Experiência da Argentina com a vacina hexavalente

Dra. Angela Gentile fala sobre a situação epidemiológica e coberturas de vacinação pertussis e pólio na Argentina, características da doença pertussis, esquema atual da erradicação da pólio, recuperação de esquemas vacinais e o papel das vacinas combinadas acelulares.

Experiência do Brasil com as vacinas acelulares no CRIE

Dra. Solange Dourado nos fala em sua palestra sobre o uso das vacinas acelulares no Brasil no CRIE, critérios de indicações para vacinas combinadas acelulares, transição da DTPa para hexavalente no CRIE, dados de doses distribuídas da vacina hexavalente no Brasil.

Discussão: roda de perguntas

Discussão sobre o que foi falado nas palestras da mesa interativa 2: inovação é uma necessidade no calendário vacinal – troca de experiências com todos os palestrantes da mesa.

Estratégias para a recuperação das coberturas vacinais: do que dependemos?

Dr. Renato Kfouri fala em sua apresentação sobre o cenário atual das coberturas vacinais no Brasil, objetivos para reverter a situação da queda da cobertura vacinal e estratégias para recuperação (12 passos).

O calendário de vacinação do bebê prematuro em 2022

Dra. Sonia Maria de Faria fala sobre o calendário de vacinação do bebê prematuro em 2022, quando iniciar a vacinação do prematuro, quais fatores devem ser considerados na vacinação, oportunidades de aplicar o calendário nos CRIEs e fluxo de vacinação no CRIE-SC.

Vacinação de pacientes especiais no CRIE – EAPV em prematuros

A Dra. Ana Paula Burian fala sobre o PNI, critérios de indicação das vacinas combinadas acelulares e eventos adversos da vacina pentavalente de células inteiras.

Atraso vacinal em prematuros: que estratégia de prevenção podemos adotar?

Dra. Tania Petraglia fala em sua palestra por que não devemos atrasar a vacinação, cobertura vacinal, dificuldades da vacinação no prematuro, recuperação do atraso vacinal e colaboração entre CRIE e UBS.

Discussão: roda de perguntas

Discussão sobre o que foi falado nas palestras da mesa interativa 3:  vacinação de prematuros – oportunidades e desafios na vacinação dentro do CRIE com todos os palestrantes da mesa.

Vacina hexavalente combinada: a simplificação como estratégia chave de cobertura vacinal

Dr. Daniel Jarovsky apresenta em sua palestra como a vacina combinada hexavalente pode simplificar o calendário vacinal, considerações imunobiológicas da prematuridade e vacinação, esquema vacinal, cenário atual das coberturas vacinais no país, simplificação do calendário e aumento da cobertura vacinal com as vacinas combinadas acelulares.

Vacinação do prematuro no seguimento ambulatorial: o que há de novo?

Dra. Rita de Cassia Silveira fala em sua palestra sobre o seguimento ambulatorial do prematuro, cenário da pandemia de COVID-19, otimização de coberturas vacinais em prematuros e vacinas hexavalentes.

Parceria da SBIm/OMS para aumento de cobertura vacinal

Dra. Isabella Ballalai fala sobre a história da SBIm, estratégias e ações para valorizar a imunização e relatório de resultados da sociedade.

Discussão: roda de perguntas

Discussão sobre o que foi falado nas palestras da mesa interativa 4:  papel das sociedades médicas na cobertura vacinal com todas as palestrantes da mesa.

Palestrantes

 

 

Dra. Rita de Cassia Silveira

Médica pediatra e neonatologista. Chefe da UTI neonatal e coordenadora do Ambulatório de Neonatologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Professora titular do Departamento de Pediatria da UFRGS.

 

Dr. Renato Kfouri

Médico pediatra e neonatologista. Mestre em Infectologia. Membro da Diretoria da Sociedade Brasileira de Imunizações. Médico infecto pediatra e neonatologista do Hospital Maternidade Santa Joana.

 

 

Dra. Maria Regina Bentlin

Médica pediatra. Professora livre-docente do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UNESP. Especialista em Neonatologia. Presidenta do Departamento Científico de Neonatologia da SBP.

 

Dr. Juan Pablo Torres

Médico infecto-pediatra da Universidad de Chile. Ampla experiência na prática clínica assim como em pesquisa clínica na área de imunização.

 

 

Dra. Sonia Maria de Faria

Médica. Professora assistente e mestre da Universidade Federal de Santa Catarina. Médica do Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis. Especialista conferido pela AMB em Pediatria e Infectologia Pediátrica.

 

Dra. Tania Cristina Petraglia

Médica do CRIE e do Hospital Municipal Rocha Maia. Membro titular da Academia de Medicina do Rio de Janeiro. Presidente do Dpto. de Infectologia da SOPERJ. Secretária do Dpto. Científico de Imunizações da SBP.

 

 

Dra. Solange Dourado

Médica do CRIE. Especialista em Pediatria e Infectologia Pediátrica pela SBP. Consultora do PNI. Membro do grupo de trabalho de revisão do Manual de Eventos Adversos e Manual do CRIE.

 

Dra. Ana Paula Burian

Médica pediatra e infectologista. Coordenadora do CRIE/Vitória–ES. Membro da Comissão de Calendários Vacinais e Consensos da SBIm. Responsável técnica da Burian Vacinas.

 

 

Dra. Maria Angela W. Rocha

Médica coordenadora do Setor de Doenças Infecciosas e Parasitárias Infantil do Hospital Universitário Oswaldo Cruz. Membro do Comitê de Imunização do Estado de Pernambuco. Coordenadora do CRIE-PE.

 

Dr. Daniel Jarovsky

Médico assistente em Pediatria e Infectologia Pediátrica na Santa Casa de Misericórdia de SP. Membro da Infectologia Pediátrica do Hospital Infantil Sabará. Médico do Hospital Israelita de Albert Einstein e do Grupo Fleury.

 

 

Dra. Isabella Ballalai

Médica pediatra referência nacional em vacinação. Coordenadora e professora de cursos sobre imunizações para médicos e outros profissionais da saúde. Autora de publicações como Manual Prático em Imunizações.

 

Dr. Jose Cassio Moraes

Médico. Professor titular da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Colaborador da OPAS, do Ministério da Saúde e da SES S. Paulo. Coordenador do inquérito vacinal epidemiológico realizado no Brasil.

 

 

Dra. Luiza Helena Falleiros

Coordenadora do Dpto. de Saúde da Criança da Câmara Técnica Assessora de Imunizações (Pólio) do Ministério de Saúde. Membro do Dpto. de Infectologia da SBP e do Comitê de Infectologia da SPSP.

 

Dr. Alberto Chebabo

Médico infectologista. Diretor médico do Hospital Clementino Fraga Filho da UFRJ. Gerente de Relacionamento Médico da DASA. Presidente da SBI.

 

 

Dra. Angela Gentile

Médica infectologista pediátrica e epidemiologista. Chefe do Departamento de Epidemiologia do Hospital de Niños Ricardo Gutiérrez na Argentina.

 

Dr. Marco Safadi

Médico pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Diretor do Dpto. de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

 

 

Dr. Juarez Cunha

Médico especialista em pediatria e intensivista pediátrico pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Membro da Diretoria de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre.