Sobre o evento

Em referência ao Dia Mundial da Raiva, celebrado globalmente em 28 de setembro, no dia 27 a Sanofi Pasteur, em parceria com o Instituto e Fundação Butantan, realizou a MasterClass: Dia de Combate à Raiva Humana. 

O evento teve como objetivo principal reunir profissionais da saúde, líderes de opinião e tomadores de decisão para discutir a raiva humana, com informações sobre a doença, sua transmissão e prevenção através da vacinação, e fortalecer o relacionamento com o setor público, engajando gestores quanto à vacina, disponibilidade doses, protocolos e prevenção.

Veja como foi o evento e saiba mais!

O Evento em números

  • 4

    Palestrantes

  • 143

    Participantes no evento

  • 2 horas

    de evento

Raiva humana: situação atual da doença no Brasil e no mundo

Jane Magid apresenta a situação da raiva humana no Brasil e em outros países, seu ciclo de transmissão, epidemiologia da raiva em animais selvagens, casos nas Américas, desafios e controle da doença.

A vacina contra raiva humana e seu papel no cenário de saúde pública, disponibilidade de doses e distribuição no Brasil

Marcelo Wada traz um histórico do desenvolvimento da vacina, esquema profilático antirrábico humano, número de atendimentos pós-exposição, disponibilidade de doses, distribuição e projetos pré-exposição.

Protocolos de vacinação contra raiva humana

Pesquisadora do Instituto Butantã, principalmente nos temas de desenvolvimento e validação de testes de controle de qualidade da vacina e soro antirrábicos, Regina Maria Mourão Fuches apresenta a evolução das vacinas antirrábicas, profilaxia antirrábica humana, esquema pré e pós-exposição.

Situação da eliminação da raiva nas Américas

Assessor de Saúde Pública Veterinária da Organização Panamericana de Saúde/Organização Mundial de Saúde, Marco Vigilato apresenta a etiologia, ciclo epidemiológico da raiva, distribuição de casos de raiva humana nas Américas, estratégia regional da OPAS.

Palestrantes

 

Dra. Jane Megid

Graduada em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual de Londrina. Pós-doutorado no Instituto Gulbenkian de Ciências, Portugal, na área de Infecção e Imunidade. Pós-doutorado no Institut Pasteur de Paris, França, em Neuroimunologia Viral, Especialmente Raiva. Mestre e doutora em Epidemiologia Experimental Aplicada Às Zoonoses pela USP. Membro do Comitê Internacional de Raiva nas Américas.

 

Dr. Marcelo Wada

Graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Paulista. Mestre em Saúde Coletiva pelo Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia. Coordenador de Vigilância de Zoonoses e Doenças Vetoriais no Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis na Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

 

Dra. Regina Maria Mourão Fuches

Graduada em Farmácia e Bioquímica pela UFJF. Mestre em Pesquisas Laboratoriais em Saúde Pública pela Coordenação dos Institutos de Pesquisa do Estado de SP. Doutora em Biotecnologia pela USP/Instituto Butantan/IPT.

 

Dr. Marco Vigilato

Formado em Medicina Veterinária pela Unimar. Título de Residência em Planejamento de Saúde Animal e Saúde Pública. Mestre em Saúde Animal, Inocuidade Alimentar e Saúde Pública Veterinária pela Unesp.