Lesões nos membros inferiores são um problema importante na população atlética. Aproximadamente 90% das lesões esportivas ocorrem em tornozelo, joelho e coxa; 90% dos diagnósticos envolvem entorses, distensões, contusões, tendinopatias e fraturas.1

Lesões nos membros inferiores são um problema importante na população atlética.

A maioria dessas lesões ocorre entre atletas que praticam esportes de alto impacto e a mediana do tempo perdido devido à lesão nos membros inferiores é de cerca de 16 dias.1  

Os principais alvos para a prevenção de lesões musculoesqueléticas no esporte incluem treinamento neuromuscular e recomendações de equipamentos.2 

A prevenção primária de lesões é uma prioridade de saúde pública e pode ter implicações significativas para reduzir as consequências a longo prazo das lesões musculoesqueléticas.2