Os pacientes com doenças cardiovasculares crônicas apresentam maior risco de complicações devido à influenza (gripe).1

Estudos demonstram a associação entre epidemias causadas pelo vírus influenza e a mortalidade por doenças cardíacas.2,3
  • A gripe está associada a um risco aumentado de 2 a 3 vezes de infarto agudo e de doença coronariana.4
  • Até 2 meses depois de uma infecção por influenza, pessoas acima de 40 anos têm maior risco de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), também conhecido como derrame.5
  • Imediatamente depois de uma infecção por influenza, o risco de infarto agudo do miocárdio aumenta em 6 vezes.6
Desde 2006, as diretrizes da American Heart Association e da American College of Cardiology recomendam a vacinação contra o vírus da influenza nos pacientes com doença aterosclerótica em geral.2

A vacinação contra influenza é um método custo-efetivo de proteção cardiovascular, sendo recomendada para todos os pacientes, especialmente para os pacientes com doenças crônicas.8,9

A vacinação contra gripe demonstrou redução significativa de eventos cardiovasculares.3,10


Acesse a Minibula clicando abaixo:

Bula versão paciente

Bula versão profissional da saúde