Calendário de Vacinação

Crianças

Dos 2 aos 9 anos de idade


Abaixo você encontra o calendário completo de vacinação da rede privada para crianças e as recomendações especiais para este público-alvo, que vai dos 2 aos 9 anos de idade.

Tríplice bacteriana1

Dos 4 aos 5 anos: Reforço.

O uso da vacina DTPa (só com as proteínas da bactéria) é preferível ao da DTPw (com células inteiras da bactéria), pois as reações adversas são menos frequentes e intensas. 

Poliomielite Inativado1

Dos 4 aos 5 anos: Reforço.

Recomenda-se que, idealmente, todas as doses sejam com a VIP (injeção com o vírus inativado). Não utilizar VOP (via oral e com o vírus enfraquecido) em crianças hospitalizadas e imunodeficientes.

Meningocócica B1

Dos 5 aos 6 anos: Reforço.

A partir dos 24 meses de idade: duas doses com intervalo mínimo de um mês entre elas e não estabelecida a necessidade de doses de reforço. Recomenda-se uma dose de reforço um ano após o fim do esquema de doses básico para cada faixa etária e revacinar a cada três anos grupos de alto risco: portadores de asplenia anatômica ou funcional, deficiência de complemento ou pessoas em uso de biológicos que interferem na via do complemento.

Gripe1

Dos 2 aos 6 anos: Dose anual com duas doses antes dos 9 anos.

É recomendada para todas as crianças a partir dos 6 meses de idade. Quando administrada pela primeira vez em crianças menores de 9 anos, aplicar duas doses com intervalo de 30 dias. Desde que disponível, a vacina influenza 4V é preferível à vacina influenza 3V, por ter maior cobertura das cepas circulantes. Na impossibilidade de uso da vacina 4V, utilizar a vacina 3V.

Febre amarela1

4 anos: 2ª dose.

A segunda dose da vacina ocorre aos 4 anos de idade. Contraindicada para imunodeprimidos, mas se o risco de adquirir a doença superar os riscos potenciais da vacinação, o médico deve avaliar seu uso (consulte os Calendários de vacinação SBIm pacientes especiais). Essa vacina pode ser exigida para maiores de 9 meses de vida para emissão do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), atendendo exigências sanitárias de alguns destinos internacionais. Neste caso, deve ser aplicada até dez dias antes de viajar.

HPV41

9 anos: Duas doses.

O esquema de vacinação para meninas e meninos menores de 15 anos é de duas doses com intervalo de 6 meses (0 - 6 meses).

Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto1

9 anos: Reforço.

O uso da vacina DTPa (só com as proteínas da bactéria) é preferível ao da DTPw (com células inteiras da bactéria), pois as reações adversas são menos frequentes e intensas. 

Dengue1

9 anos: Três doses para soropositivos.

Recomendada para crianças soropositivas (pessoa previamente exposta ao vírus da dengue. A infecção prévia por dengue pode ser avaliada por um histórico médico de dengue confirmada em teste de laboratório ou soroteste). Esquema de três doses com intervalo de seis meses entre elas (0 - 6 - 12 meses). Contraindicada para crianças soronegativas e imunodeprimidas.
Faça o download de todo conteúdo no pdf abaixo:

Icone download Baixe aqui


Nos siga nas redes sociais:

icon_facebook icon instagram icon podcast